Mauro Zanatta

A Queda SESC 001DIRETOR DE TEATRO / ATOR / PROFESSOR / TERAPEUTA CORPORAL

Mauro Zanatta é ator de teatro, cinema e televisão. É diretor de teatro e fundador da Escola do Ator Cômico (1994) onde aplica seu próprio método na formação de atores profissionais e não atores. Atualmente faz formação em Biodinâmica no Instituto Reichiano, onde formou-se em Psicologia Corporal. Atua no Instituto Cida Stier, com trabalhos no desenvolvimento da comunicação pessoal, com atendimento individual. Não possui titulações acadêmicas.

 

 

FORMAÇÃO

Atualmente:

Formação (não titulada) em Psicologia Corporal e esta fazendo formação (não titulada) em Biodinâmica no Instituto Reichiano.

Brasil:

Estudou Máscara Neutra – Ricardo Napoleão, Mímica e Teatro Físico – Luis Louis; Afirmação da Potência do Ator – Silvana Abreu; Dramaturgia Teatral – o argentino Alfredo Megna; Roteiro p/ Curta Metragem – Aleksei Abib, Bufão – Bety Lopes, A Arte da Bobagem – Angela de Castro;

Criou em 94, a Escola do Ator Cômico onde ensina, no Curso de Comédia para Atores e Não Atores, as matérias de improvisação teatral, jogo cênico, máscara, clown e commedia dell’arte;

Itália:

Estudou a commedia dell’arte, com Antonio Fava, na Scuola Internacionale dell’Atore Cômico, no Teatro del Vícolo;

Inglaterra:

Cursou entre 1988/89 a The Desmond Jones School of Mime and Phisical Theatre, onde foi prof. assistente; Estudou clown com o diretor francês Philippe Hottier, ex-membro da Companhia Teatre du Soleil. Estudou clown e teatro físico com David Glass e Peta Lili; Estudou clown – Theatre de Complicitè; Prof. de mímica e commedia dell’arte na The Arts Educational London School – 90/91;

Brasil:

Estudou em 1982 com o mímico argentino Daniel Berbédes.

 

ATUAÇÃO PROFISSIONAL

2013

- Inicia o Projeto de transição da Escola do Ator Cômico para Centro Cultural, com as parcerias de Flávio Stein e Walter Lima Torres;

- Apresentação de A Queda no Teatro Paiol, comemorando os 320 anos de Curitiba;

- Participação no Casos e Causos Revista RPCTV “Janela para o Mundo”;

- Curso O Jogo Teatral no SESC Paranaguá;

- Inicia o 20º ano da Escola do Ator Cômico (6 workshops no primeiro semestre);

2012

- Montagem e apresentação do monólogo A QUEDA, baseado no romance homônimo de Albert Camus. Produção independente da “Ator Cômico”. Temporadas no Teatro José Maria Santos, no Mini Auditório do Teatro Guaíra e no Palco Giratório;

- Vencedor do Prêmio RPCTV de Melhor Ator com o curta-metragem O TENOR;

- Atuou no curta-metragem MODERNICE, uma homenagem a MAZZAROPI, produzido pela RPCTV;

- Atuou no curta-metragem NA CASA DA VÓ TUDO PODE, produzido para a RPCTV;

- Formação de uma turma de 20 atores na Escola do Ator Cômico;

- Ministrou os Workshops Aprendendo a Jogar e A Improvisação no segundo semestre;

- Formação da 19ª turma da Escola do Ator Cômico;

2011

- Atuou no longa-metragem AMPARO, de Ricardo Pinto e Silva – SP.

- Temporada de OUOQUEQUISERDES, de Willian Shakespeare, no Teatro José Maria Santos;

- Formação da 18ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2010

- Vencedor do Prêmio Miryan Muniz – FUNARTE com o Projeto Desejo de Menestrel que resultou no monólogo OBSCENO EU PÚBLICO;

- Indicado para o Troféu Gralha Azul de Melhor Ator pelo monólogo OBSCENO EU PÚBLICO;

- Dirigiu a comédia SUPER-HOMENS, produção independente da Cia do Ator Cômico;

- Dirigiu a obra de máscara expressivas OUOQUEQUISERDES (Noite

de Reis) de Willian Shakespeare;

- Formação de mais um turma na escola do Ator Cômico.

- Formação da 17ª turma da Escola do Ator Cômico;

2009

- Dirigiu o espetáculo MULHERES ESPETACULARES, com a Companhia do Ator Cômico;

- Dirigiu o espetáculo clown VITAMINA, com a Trupe da Saúde;

- Atuou no longa-metragem GOL A GOL com direção de Adriano Esturilho e Fábio Allon;

- Formou 22 alunos na 17ª Turma da Escola do Ator Cômico;

- Fundou o Projeto Estufa Cultural, onde gerencia e produz idéias e criações artísticas;

- É coordenador do projeto de leituras “Brasis: Leituras Plurais”, para o ano de 2009 no Teatro da Caixa;

- É diretor artístico (preparador de clown e palhaço) da Trupe da Saúde;

    – Remontagem do espetáculo A Vilinha, uma História de Curitiba, com Companhia do Ator Cômico;

- Formação de mais um turma na escola do Ator Cômico;

- Formação da 16ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2008

    – Atua e produz a peça Esperando Godot, co-produção com o Teatro Guaíra;

    – Protagonizou o curta-metragem O CASARÃO, para o quadro Casos e Causos, da Revista RPCTV;

- Atuou no longa-metragem “Meninos de Quichute” de Lucas Amberg;

- Atuou no curta-metragem HÓSPEDE SECRETO, dirigido por Fernando Severo;

- Formação da 15ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2007

    - Dirigiu com Flávio Stein, a Fábrica de Brinquedos – O Fundo do Mundo;

- Apresentou o monólogo A Queda no Riocenacontemporânea – Rio de Janeiro;

- Protagonizou: Cinema Sincronizado. Casos e Causos, da Revista RPCTV;

- Formação da 14ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2006

    ‑ Dirigiu: Fábrica de Brinquedos - encontros na praça;

- Dirigiu o espetáculo Teatro, Que História é Essa? Renato Perré e Jorge Vigário;

- Apresentação da cena Milho aos Pombos. Festival de Cenas Curtas. Grupo Galpão. BH;

- Estréia do monólogo A QUEDA, do romance homônimo de Albert Camus;

- Atuou: AVENIDA DROPSIE. Dir. Felipe Hirsh. Teatro ALFA, São Paulo SP;

- Atuou como Marquês de Forlipopoli. MIRANDOLINA, na abertura do FTC;

- Formação da 13ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2005

- Dirigiu a Fábrica de Brinquedos. Praça Santos Andrade. Curitiba PR;

- Atuou em SONHO DE OUTONO. Jon Fosse. Dir. Marcos Damaceno;

- Dirigiu o Teatro de Máscaras CONTAS DIÁRIAS;

- Gravou voz: Ratãozinho/P-Dumont. Longa de animação BRICHOS.  Paulo Munhoz;

- Gravou a voz do personagem no Curta de animação PAX de Paulo Munhoz;

- Atuou na Ópera LA SERVA PADRONA, de Pergolesi;

- Atuou em O CORCUNDA. Texto e dir. Mário Schoenberger e Enéas Lour;

- Atuou no filme HEROIS DA LIBERDADE de Lucas Amberg, Londrina PR;

- Atuou no Curta Metragem FLOR NA LAPELA;

- Atuou no monólogo UM SUPLÍCIO MODERNO, de Monteiro Lobato;

- Formação da 12ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2004

– Dirigiu: A Convenção. Os Improvisadores (Cia. Do Ator Cômico);

- Criou e dirigiu A VILINHA, contando a história de Curitiba;

- Apresentou CONTOS NA RAÍZ. Solo sobre contos brasileiros;

- Formação da 11ª turma da Escola do Ator Cômico;

2003

– Dirigiu: A Fábrica de Sonhos. Belo Horizonte MG;

- Criou, dirigiu e atuou em Porcos Melados. MINC/PETROBRÁS;

- Dirigiu: O Sonho de Mademoiselle. Azawak. Patr. Gov. Francês. Fpolis SC;

- Protagonizou o filme: O Brasil de Saint Hilaire. Dir. Berenice Mendes;

- Formação da 10ª turma da Escola do Ator Cômico;

2002

- Dirigiu: A Fábrica de Sonhos. Belo Horizonte MG;

- Dirigiu: Portugal é Aqui. Com o comediante stand up Diogo Portugal;

- Dirigiu: Sob o Signo da Virgem. Texto de Branca Aurora. FCC;

- Atuou: Devorateme. Cia. Senhas. Teatro Centro da Terra. São Paulo SP;

- Atuou: As Loucas e os Lazarentos. Texto e dir. Enéas Lour, Teatro Guaíra;

- Formação da 9ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2001

    – Dirigiu “Alegre Como as Nossas Cortinas”. Texto de Artur de Azevedo;

- Atuou: Tudo o Que Você Sabe Está Errado. SESC Pompéia. São Paulo SP;

- Formação da 8ª turma da Escola do Ator Cômico;

    2000

- Dirigiu O Engolidor de Distâncias. FCC;

- Dirigiu A Fábrica de Brinquedos. Joinville SC;

- Assist. Dir. de Pita Belli: Tudo por um Fio. Texto de Maria Clara Machado;

- Atuou: Tudo o Que Você Sabe Está Errado. Texto e dir. de Fernando Kinas;

- Formação da 7ª turma da Escola do Ator Cômico;

    1999

    – Dirigiu Hélio Barbosa, Marcelo Munhoz e Danilo Aveleda. 3 idiomas. Fábrica da Volvo p/ Conv. brasileiros/sul-americanos/europeus no “Lançamento do Caminhão VOLVO NH12”;

- Formação da 6ª turma da Escola do Ator Cômico;

1998

- Dirigiu A Fábrica de Brinquedos. Curitiba PR

- Dirigiu Operário Patrão. Dupla cômica Mauro Zanatta e Richard Rebelo;

- Dirigiu Malabaris, Miscelânia & Showbuss, espetáculo de rua;

- Formação da 5ª turma da Escola do Ator Cômico;

1997

- Monólogo B. B. O Virulento, sobre o dramaturgo Bertolt Brecht. Dir. Julmar Leardini;

- Dirigiu Amor por Anexins de Artur Azevedo;

- Atuou no longa metragem Oriundi, com Direção de Ricardo Bravo;

- Formação da 4ª turma da Escola do Ator Cômico;

1996

- Assist. de dir. para Pita Belli em Berimbelo;

- Assist. de direção para Pita Belli em Cabaré Valentin de Carl Valentin;

- Atuou no seriado de TV Pista Dupla da CNT;

- Atuou no média Vítimas da Vitória, com direção de Berenice Mendes;

- Formação da 3ª turma da Escola do Ator Cômico;

 

1995

- Dir. espetáculo de rua Bem Alto. Soc. dos Clowns Vivos (Companhia do Ator Cômico);

- Atuou e Co-Dirigiu com Pita Belli, Rascunhos para o Teatro II. Samuel Becket;

- Criou e atuou no espetáculo de rua “Silêncio, Estamos Trabalhando”;

- Forma 20 alunos na Escola do Ator Cômico;

1994

- Funda a ESCOLA DO ATOR CÔMICO, juntamente com Pita Belli;

- Prep. de atores: A Comédia dos Erros, William Shakespeare, com dir. Laércio Ruffa;

- Atuou e fez Assist. de dir. de Felipe Hirsh em TRECENTINA;

- Prep. de atores: O Incrível Retorno do Cavaleiro Solitário. Dir. Hugo Mengarelli;

1993

- Co-dirigiu com João Paulo Leão: O Amor de Dulcinéia. Menótti del Picchia;

1991

- Dirigiu o Cabaret The House on Rosslin Hill. Londres GB

- Prot. Friar Bentinho of Saint Antoni. The 11th London International Mime Festival. Londres;

1989

Atuou: “Locked in Time”. The Passion Pit Mime Company.

Londres/Bournmouth GB;

1985

- Trabalhou com Afonso “Fofão” Miguel, teatro de bonecos. Olinda PE;

1984

- Espetáculo solo de mímica “O Equilibrista”. Dir. de Ceça Acioli. Olinda PE;

1983

- Espetáculo de mímica “Histórias para Mirar”. Grupo Arlequim, Fpolis SC;

1982

– Iniciou no teatro em Florianópolis. SC;

 

PRÊMIOS RECEBIDOS E TÍTULOS

2012

- Vencedor do Prêmio RPC-TV de Melhor Ator com o curta-metragem O TENOR;

2011

- Indicação Troféu Gralha Azul: Melhor Espetáculo, Direção, Figurino e Sonoplastia com OUOQUEQUISERDES, de Willian Shakespeare;

2010

- Indicação Troféu Gralha Azul: Melhor Ator no Monólogo OBSCENO EU PÚBLICO;

2008

- Indicação p/ o Troféu Gralha Azul 2007 de Melhor Direção por Contas Diárias;

2007

- Contas Diárias é selecionada entre as 4 Melhores Cenas: III Mostra Cena Breve – A Linguagem dos Grupos Teatrais;

Prêmio Especial de Júri p/ Pesquisa na Linguagem das Máscaras. Indic. p/ Melhor Atriz no 11º Festival Nacional de Teatro de Americana - São Paulo SP;

- Prêmio de Melhor Pesquisa (Pesquisa Sobre a Máscara Teatral) e Melhor Atriz (Karina Pereira). Indic. p/ Melhor Ator (Fábio Lins) e Melhor Figurino (Companhia do Ator Cômico), no XXXI Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba – São Paulo SP;

- Prêmio Melhor Cenário p/ Mauro Zanatta. II Fest. Nac. de Teatro de Campos dos Goytacazes – RJ;

- Prêmio de Melhor Direção (Mauro Zanatta), Melhor Espetáculo, Melhor Ator (Fábio Lins), Melhor Atriz (Karina Pereira). Indic. p/ Melhor Figurino (Ator Cômico) e Melhor Cenário (Mauro Zanatta) no XIII Festival Nacional Curta Teatro de Sorocaba – SP;

- Melhor Espetáculo de Humor e Iluminação Original, e Indicação p/ Melhor Direção e Melhor Figurino – 2º Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora MG;

2006

- Cena mais Votada Júri Popular: Milho aos Pombos (Contas Diárias). 7º Fest. Cenas Curtas Galpão Cine Horto. BH;

- Prêmio de 2ª Melhor Esquete do Mercadão Cultural Rio de Janeiro. Indic. p/ Melhor Dir. e Melhor Atriz (Janaina Spoladore e Karina Pereira) Concorreu com 60 grupos do Brasil. Rio de Janeiro RJ;

2006

- Troféu Gralha Azul de Melhor Ator (Mauro Zanatta), pelo monólogo A Queda. Curitiba PR;

- Indic. p/o Troféu Gralha Azul 2006. Monólogo A Queda. Melhor Ator, Direção e Espetáculo;

1997

- Indicação para o Troféu Gralha Azul de Melhor Ator Coadjuvante. Esp. Trecentina. Ctba PR;

1996

- Melhor Ator. Silêncio – Estamos Trabalhando. 4º Fest. Nac. Isnard Azevedo. Fpolis SC;

1983

- Ator Revelação/Melhor Espetáculo. Troféu Valdir Dutra. Esp. Histórias para Mirar. Fpolis SC;